Anjo da Guarda - nosso amigo de todas as horas

Meus irmãos e minhas irmãs, estamos no mês de outubro, chamado de MÊS DAS MISSÕES e culminando no terceiro domingo, como dia MUNDIAL DAS MISSÕES, também no dia 02 festejamos o dia dos SANTOS ANJOS DA GUARDA.


O Senhor Deus disse a Moisés: “Vou enviar um Anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei. Respeita-o e ouve a sua voz. Não lhe sejas rebelde, porque não suportará as vossas transgressões, e nele está o meu nome.” (Ex 23,20-21)


Enquanto criaturas puramente espirituais, são dotados de inteligência e vontade: são criaturas pessoais e imortais. Superam em perfeição todas as criaturas visíveis. Disto dá testemunho o fulgor de sua glória. (CIC 330)

Cada ser humano, desde o momento de sua concepção, tem um Anjo da Guarda. Diz o Catecismo: “Desde a infância até à morte, a vida humana é cercada pela sua proteção e pela sua intercessão. Cada fiel é ladeado por um anjo como protetor e pastor para conduzi-lo à vida.” (CIC 336)


Devemos cultuá-los com nossas orações e nosso reconhecimento da sua proteção.


Compreendemos que a missão do Anjo da Guarda é velar por cada pessoa, proteger dos perigos e guiar nossa vida a Cristo. Por isso, São João Maria Vianney (o Cura D’Ars) indicava: “Que feliz é esse Anjo da Guarda, pois acompanha a alma quando vai à Missa”.


No Novo Testamento, Jesus diz: “Cuidado para não desprezar nenhum desses pequeninos, pois eu digo a vocês: os Anjos deles no céu estão sempre na presença do meu Pai que está no céu.” (Mt 18,10)


A tradição da Igreja recomenda saudar e invocar o Anjo da guarda durante o dia, especialmente com a seguinte oração:


Santo anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege, me guarde, me governe e me ilumine. Amém.

Sejamos também nós, anjos protetores da vida do próximo, NOSSO IRMÃO.


A alegria do Senhor seja a VOSSA força.


Diácono Glenã

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo