Carta aos Filipenses - Semana Bíblica 2019

Por: Grupo de Oração Jesus Libertador

Introdução

A todos os servos do Grupo de Oração Jesus Libertador, diácono, padre, bispos, à comunidade da Tijuca, RJ, Brasil, enfim de todo o mundo: "graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e da parte do Senhor Jesus Cristo!" (Fil, 1)

Em alusão ao mês da Bíblia, a Igreja São Domingos de Gusmão, por meio de seus servos e grupos de serviço, aprofundam-se na Palavra. Este ano, o mês da Bíblia tem como tema: O Amor em defesa da vida! Como lema: Nós ama- mos, porque Deus nos amou primeiro (1Jo 4,19).

Ao Grupo de Oração Jesus Libertador coube a reflexão do Livro de Filipenses.


Autor: Paulo

Destinatários: À igreja de Filipos, bispos, diáconos e aos crentes de todo mundo.


Contexto da Carta: Paulo estava encarcerado em uma prisão romana e escreveu esta carta com a finalidade de expressar, com alegria, sua gratidão pela oferta, encorajá-los na fé e para manter os irmãos unidos e constantes no serviço do Senhor.


Conteúdo

A carta enfatiza a verdadeira alegria da vida cristã. O conceito de regozijar-se ou de alegrar-se aparece 16 vezes em quatro capítulos. Suas páginas culminam com a seguinte exortação: "Alegrai- vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos!" (Fil 4,4).

Mesmo com as tribulações, Paulo havia aprendi- do a viver contente (Fil 4,11-12), a encontrar a ver- dadeira alegria ao concentrar toda a sua atenção e energia no conhecimento de Cristo (Fil 3, 8) e a obedecer-lhe (Fil 3,12-13).


Atualidade da mensagem do escrito

O mês da Bíblia tem possibilitado um novo encontro com o Evangelho. Podemos dizer a todos, com propriedade: "Meus irmãos, quero fazer-vos saber que os acontecimentos que me envolvem estão redundando em maior proveito do Evangelho." (Fil 1, 12).

Temos a certeza que Cristo se alegra. Pois, para Ele, o que importa é que a Palavra esteja viva! "Contanto que de todas as maneiras, por pretexto ou por verdade, Cristo seja anunciado, nisto não só me alegro, mas sempre me alegrarei." (Fil 1,18).


Felicidade ou Alegria?

O mundo vive em busca da felicidade! Contudo, a felicidade é passageira. O que acontece quando nossos entes amados morrem, a saúde se deteriora, o dinheiro é roubado e a festa termina? Muitas vezes a felicidade desaparece, dando lugar ao desespero.

Em contraste com a felicidade está a alegria. A alegria, mais profunda e mais forte, é a tranquila e confiante certeza do amor de Deus e de sua obra em nossa vida — é a certeza de que Ele estará presente, não importa o que aconteça!


A felicidade depende de acontecimentos, mas a alegria depende de CRISTO!

A vida é Cristo. Viver é útil para o trabalho para Cristo "porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Mas, se o viver no corpo é útil para o meu trabalho, não sei, então, o que devo preferir. Sinto-me pressionado dos dois lados: por uma parte, desejaria desprender-me para estar com Cristo – o que seria imensamente melhor; "mas, de outra parte, continuar a viver é mais necessário, por causa de vós..." (Fil 1, 21-24)


Que a vida seja a nossa escolha, mesmo diante das tribulações!

0 visualização

Fale Conosco

Rua José Higino, 120

Bairro Tijuca
Rio de Janeiro, RJ 20520-200

 

  • Facebook Social Icon

CURTA NOSSA PÁGINA!

© 2020 por Paróquia São Domingos de Gusmão - Tijuca (Pastoral da Comunicação)