Evangelho de Mateus - Semana Bíblica 2019

Por: Pastoral do Batismo

Biografia de São Mateus

São Mateus foi um dos doze apóstolos de Cristo. É o autor do primeiro dos três evangelhos sinóticos, os outros dois são de Marcos e Lucas. No Evangelho, Mateus apresenta Jesus com o título de Emanuel, que significa “Deus está conosco”.

Mateus, também chamado de Levi é filho de Alfeu conforme os Evangelhos de Marcos e Lucas (Marcos 2,14) (Lucas 5, 27).


Apóstolo de Jesus

Seu primeiro contato com Jesus se deu enquanto estava trabalhando: “saindo daí, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e lhe disse”: “siga-me!” Ele se levantou e seguiu Jesus. (Mateus 9, 9).

Como Mateus era coletor de impostos, uma ocupação desprezada pelo povo judeu, os fariseus criticaram Jesus ao vê-lo à mesa com os publicanos e pecadores. O Mestre respondeu: “Não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento”. (Lucas 5,29)


Evangelho de Mateus

Denominado de “Primeiro Evangelho”, logo no início, Mateus apresenta Jesus como o Mestre que veio realizar a justiça. Relata a morte e a ressurreição de Jesus.

Seu evangelho é organizado em “cinco livrinhos”, cada um contendo uma parte narrativa seguida de um discurso, que reúne e explica o que está contido nas narrativas.

Então, Jesus se aproximou e falou: “Toda a autoridade foi dada a mim no céu e sobre a terra”.

“Portanto, vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que ordenei a vocês”.

“Eis que eu estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo”. (Mateus 28, 16-17-18-19-20).


Pregação

Apóstolo e Evangelista, a tradição relata a pregação de São Mateus na Judéia durante 15 anos, depois de haver percorrido grande parte da Etiópia e Pérsia.

Fora do Evangelho, segundo Eusébio de Cesaréia, em sua “História da Igreja”, a única referência a respeito de Mateus é uma citação do bispo Papias de Hierápolis, do século II.

Da sua atividade após o Pentecostes, se conhece somente as páginas do seu Evangelho, primitivamente redigido em aramaico.

Martírio e morte

Existem várias versões sobre sua morte. Uma delas é que teria morrido na Etiópia apedrejado, decapitado e queimado, defendendo Santa Ifigênia.

14 visualizações

Fale Conosco

Rua José Higino, 120

Bairro Tijuca
Rio de Janeiro, RJ 20520-200

 

  • Facebook Social Icon

CURTA NOSSA PÁGINA!

© 2020 por Paróquia São Domingos de Gusmão - Tijuca (Pastoral da Comunicação)