O que é a Quaresma

A Quaresma é um período de quarenta e seis dias (quarenta quando excluem os domingos) em que meditamos sobre o tempo que Jesus passou no deserto antes de iniciar seu ministério público como Messias. Conforme descrito nas leituras do evangelho de Mateus, Marcos e Lucas, após seu batismo por João Batista no rio Jordão, Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo ao deserto, onde jejuou por quarenta dias e foi sujeito à tentação de Satanás. Para honrar esse sacrifício e conquista sobre o diabo, os católicos e outros cristãos devem, no período da Quaresma, focar em Jesus, olhando para sua morte na cruz e se alegrando com seu retorno milagroso.


A Quaresma é um momento em que as pessoas podem cumprir uma missão tripla, com os pilares principais sendo: o jejum, a esmola e a oração. Certamente, esses componentes não são novos em nossos ensinamentos católicos, nem são reservados apenas para este período litúrgico, pois somos incentivados a praticá-los regularmente ao longo do ano. No entanto, um foco especial e renovado em cada um deles durante essa jornada pode promover o crescimento e a apreciação dentro de nossa fé coletiva e respectivas jornadas espirituais.


Por que o roxo é a cor desse tempo litúrgico?


Roxo é a cor da Quaresma e simboliza o arrependimento, bem como a realeza de Cristo como Rei de todos os Reis. Antes de Jesus ser crucificado, ele estava vestido com uma túnica roxa e uma coroa de espinhos foi colocada em sua cabeça (Marcos,15:17-18). A cor foi escolhida propositalmente, pois Jesus foi acusado de se declarar "rei dos judeus". A inscrição "INRI", frequentemente vista acima de Jesus em crucifixos, significa "Jesus Cristo, Rei dos Judeus" em latim.


A tintura roxa era uma mercadoria preciosa e foi cuidadosamente fabricada. Devido ao laborioso processo de extração dessa tinta, o tecido arroxeado era caro e usado pela realeza e nobreza, muitas vezes as únicas pessoas que podiam comprá-lo. Reis e imperadores se vestiam inteiramente de roxo para enfatizar sua riqueza e poder. Portanto, vestir Cristo com uma túnica roxa era um ato simbólico, mesmo que com a intenção de desrespeitá-lo.


Quando vemos a cor roxa, somos lembrados de que nós também desrespeitamos a Cristo por meio de nossos pecados e somos chamados a nos arrepender e pedir perdão.


Texto cuidadosamente refletido e elaborado baseado nas informações divulgadas por diversos meios midiáticos católicos acerca do assunto em questão.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo