Sobre Jejum e Penitência

Por Rogéria Leandro

PASCOM

Primeiramente, vamos diferenciar as duas palavras: JEJUM é fazer apenas uma refeição forte ao dia ou abster-se de alguma coisa; ABSTINÊNCIA é não comer carne, “mas poderá ser substituída pela privação de outros alimentos e bebidas, sobretudo os mais requintados e dispendiosos (caros) ou da especial preferência de cada um”, orienta o Código de Direito Canônico promulgado Pelo Papa João Paulo II, de 1983.




Nós devemos jejuar porque existe uma relação entre o jejum e a conversão, isto é, a transformação espiritual que aproxima o homem a Deus.


Quando nos abstemos de comida e bebida nos desprendemos de nossas ações de consumo, tão abusivamente feitas pelo homem nos dias de hoje.


Espiritualmente a abstinência da carne é uma forma de nos unirmos a Cristo em sua Paixão. Não é dia de banquete, é dia de sobriedade espiritual. O jejum é uma forma de nos penitenciarmos, uma forma de superarmos ressentimentos, mágoas e acima de tudo, cuidarmos um do outro.


O jejum e a abstinência podem ser trocados por outro sacrifício, dependendo do que ditem as Conferências Episcopais de cada país, pois elas têm autoridade para determinar as diversas formas de penitência cristã. A Conferência Episcopal do Brasil, no Cânon 1253 diz que: “pode determinar mais exatamente a observância do jejum e da abstinência, como também substituí-los, total ou parcialmente, por outras formas de penitência, principalmente por obras de caridade e exercícios de piedade. (CNBB, “Diretório da Liturgia e da organização da Igreja no Brasil”, 2010)


O Cânon 1252 da mesma Conferência também determina os limites de idade para se fazer Jejum e Penitência. De acordo com o mesmo “Os limites de idade para a penitência ficam modificados. A abstinência começa aos catorze anos e vai até o fim da vida. O jejum obriga a partir dos dezoito anos completos e vai até os cinqüenta e nove anos completos. Já no Cânon 1251 “observa-se a abstinência de carne ou de outro alimento, segundo as prescrições da Conferência dos Bispos, em todas as sextas-feiras do ano, a não ser que coincida com algum dia enumerado entre as solenidades; observem-se a abstinência e o jejum na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo."





41 visualizações

Fale Conosco

Rua José Higino, 120

Bairro Tijuca
Rio de Janeiro, RJ 20520-200

 

  • Facebook Social Icon

CURTA NOSSA PÁGINA!

© 2020 por Paróquia São Domingos de Gusmão - Tijuca (Pastoral da Comunicação)